• B I Ografia

    João Ferreira Dias é doutorado em Estudos Africanos pelo ISCTE-IUL (2016), cuja tese, intitulada A África é aqui, no terreiro”: horizontes nostálgicos, sentidos da África e outros lugares no Candomblé (jeje-nagô) de Salvador e Uberaba, versou sobre a política da memória, a utilização do passado e a perda cultural nos terreiros de Candomblé. Mestre em História e Cultura das Religiões pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (2011). Possui Curso de Especialização em Inserção Internacional e Política Externa do Brasil pelo ISCSPP da antiga Universidade Técnica de Lisboa (2008). Licenciado em Comunicação Social e Cultural pela Universidade Católica de Lisboa (2006). É Investigador Integrado do Centro de Estudos Internacionais do ISCTE (CEI-IUL), e Investigador Associado do Centro de História da Universidade de Lisboa.

    Os seus eixos de interesse centram-se na memória religiosa, nos sentimentos nostálgicos e perda cultural, na ortopraxia e padrões de pensamento no Candomblé jeje-nagô, na construção e identidade étnica e religiosa Yorùbá, e na estética ritual no Candomblé, género e música sacra. Interessa-se, ainda, sobre as mudanças no campo religioso português, adaptações rituais, Nova Era, religiosidade popular, diplomacia cultural e diálogo inter-religioso.

    C O N T A T O S : e-mail | Facebook |

Content Protected Using Blog Protector By: PcDrome.