{ © João Ferreira Dias }

Inspirada pela obra do artista argentino Hector Julio Páride Bernabó (Lanús, 7 de fevereiro de 1911 — Salvador, 2 de outubro de 1997), Carybé, a obra artística de João Ferreira Dias centra-se, sobretudo, na religiosidade afro-brasileira, mas estende-se a outros elementos quotidianos.

 

{ © João Ferreira Dias }

Inspirada pela arte da cultura Vodun-daomeana, esta forma de expressão artística procura enfatizar os deuses, outras entidades religiosas e elementos rituais-emblemáticos, do universo afro-brasileiro do Candomblé jeje-nagô, apresentando elementos híbridos africanos.