IMIGRAÇÃO, RSI E POPULISMO

“Vemos, ouvimos e lemos/ Não podemos ignorar”, como escreveu Sophia de Mello Breyner, sobre o impacto da globalização e dos fenómenos migratórios no recrudescimento do populismo de pendor nacionalista um pouco por todo o Ocidente. Em virtude de vivermos um tempo já comumente descrito como “bipolarizado” – o que traduz a perceção de que o meio-termo enquanto lugar de moderação e interpretação dos fenómenos se esvaziou, tendo-se perdido...

SILÊNCIO QUE A QUESTÃO É ÉTNICA (!)

Em Portugal temos um problema silencioso com as questões étnicas, as quais só vêm à tona por razões negativas, ligadas ao racismo e ao crime. Num paralelo referencial, Fischer, Grinberg e Mattos, num trabalho recente (link), mostram como o silêncio em relação à composição étnica da sociedade brasileira foi fundamental para imprimir a ideologia da democracia racial. A ausência de referências à “raça” no aparelho jurídico brasileiro impossibilitou...

A CRISTOFOBIA DE BOLSONARO: O PERIGO DE UMA AGENDA POLÍTICA TEOCÊNTRICA

É uma estratégia eleitoral que permitirá a Bolsonaro reeleger-se em 2022. Mas é, também, mais do que isso. É o traçar de uma fronteira social cada vez mais profunda. Discursando na abertura da 75ª edição da Assembleia Geral das Nações Unidas, Jair Messias Bolsonaro, presidente brasileiro, procurou chamar à atenção para aquilo que ele acredita ser um fenómeno em crescendo: o da cristofobia. Apesar das perseguições aos cristãos...

CORONAVÍRUS, DEMOCRACIA E MEDO

Todos os tempos novos tendem a invocar os instintos velhos. Seja em guerra ou em pandemia, o instinto de sobrevivência é ativado e os valores elementares da sociedade são objeto de revisão inconsciente. Sabemos, e as ciências sociais o mostram, que a sociedade é, sobretudo, movida pelo conflito. É no seio deste que se produz as mais ou menos duradouras alianças, um mecanismo de contrapeso sociológico e político....

ESTÁTUAS, NACIONALIDADE E A ESCOLA QUE NÃO NOS FORMOU

No seguimento do homicídio de George Floyd, assistimos a uma cabal reivindicação global de combate ao racismo, um exercício extremamente difícil de levar a cabo em países onde este comporta uma dimensão estrutural. Como afirma Sílvio Almeida, em O que é o racismo estrutural?, o racismo “é uma forma sistemática de discriminação que tem a raça como fundamento, e que se manifesta por meio de práticas conscientes ou inconscientes...

O DESMORONAMENTO DE BOLSONARO

Com esta saída, Sérgio Moro tem sido transformado em herói em vários setores da sociedade brasileira. Tal aumento de capital simbólico é determinante nas suas muito prováveis aspirações presidenciais. O Brasil entrou em “Estado de calamidade” bicéfala, entre a pandemia do Covid-19 e a pandemia política de Jair-17. A presidência de Jair Bolsonaro constituía, desde o começo, um cenário de “bomba-relógio”, um difícil jogo de equilíbrio entre interesses...

Back to Top
error: Content is protected !!