UM DEPUTADO PARA CADA CIDADÃO?

Por mais absurda que a questão nos pareça, ela ganha forma quando avaliamos a expectativa dos cidadãos em face dos atores políticos. Afinal, quando elegemos representantes fazemo-lo de forma abstrata, ou antes procuramos quem esteja na cena política agindo como nós agiríamos? As revoluções liberais foram responsáveis pela emergência de uma arquitetura do Estado e do poder público assente na delegação do poder em representantes legitima e legalmente...

A VIOLAÇÃO COMO CRIME PÚBLICO

O Bloco de Esquerda e a deputada não inscrita Cristina Rodrigues, apresentaram um projeto de lei que tipifica a violação como «crime público». A votação na generalidade dividiu o plenário, com os votos contra do PS, PSD, PCP e PEV, e os votos favoráveis das restantes bancadas, assemelhando-se à votação do ano anterior. Os requerimentos do PAN, Iniciativa Liberal e da deputada não inscrita Joacine Katar Moreira cujos...

FALEMOS DE MACHISMO SISTÉMICO

Falar de algo como «sistémico» ou «estrutural» significa reconhecer que esse fenómeno se encontra enraizado na nossa sociedade e que por tal condiciona os comportamentos individuais e sobretudo coletivos, prejudicando determinados grupos em função de outros. Significa, igualmente, que essa circunstância é, na maioria dos casos, inconsciente e atua na vida das pessoas desprotegidas de forma direta e ainda antes do seu nascimento, porque a sociedade é feita...

ALUNOS POBRES NÃO SÃO BURROS, MAS A ESCOLA NÃO SABE ISSO

Noticia-se um estudo, em título de reportagem por aí, como mostrando que os alunos migrantes são segregados nas escolas portuguesas. Quem conhece os estudos antropológicos sobre invisibilidade, segregação e racialidade sabe que existe uma interseção entre “raça”, situação económica e sucesso escolar. Isto significa que as populações migrantes e racializadas são, em larga escala, parte dos segmentos sociais mais desprotegidos e onde o insucesso escolar é, infelizmente, uma realidade. É doutrina comum...

O DERRUBE DAS ESTÁTUAS EM TEMPOS DE CÓLERA

Ascenso Simões, deputado do PS, defende a demolição do Padrão dos Descobrimentos. Inês Sousa Real, deputada do PAN considera que os painéis do Salão Nobre da Assembleia da República, que retratam eventos históricos como a Tomada de Ceuta ou o desembarque de Pedro Álvares Cabral em Terras de Vera Cruz, são desajustados com os valores atuais. André Ventura reage às propostas com um brejeiro “traidores”. Este episódio é...

PORQUE O NEGRO NÃO É RACISTA, OU DE COMO NÃO GOSTAMOS DE VER O STATUS QUO AMEAÇADO

Enquanto o ódio, o preconceito, e outras manifestações negativas são universais, perpassando fatores físicos, económicos, sociais, culturais, religiosos, geracionais, clubísticos, ideológicos, partidários e outros, o racismo é um sistema de valores e de atitudes políticas e económicas exclusivamente “branco”, porque é no Ocidente que é desenvolvido o conceito de “raça” e se determina, num quadro “científico” etnocêntrico, que existem raças superiores e inferiores. Esta ideia foi fermentada durante...

Back to Top